Após a leitura deste conteúdo, sugerimos a leitura do conteúdo de número 13 em “Dúvidas ref. a manutenção” em nosso site, com o intuito de fixar o entendimento desse conteúdo como um todo.

Afinal, informação nunca é demais ! Segue o link: 13 – A ventilação de notebooks e ultrabooks.

Notebooks e desktops tem em comum componentes e circuitos eletrônicos que aquecem com o uso. A mecânica de resfriamento desses componentes e circuitos, fica a cargo de ventiladores (coolers), dissipadores de calor (heatpipes), pasta térmica, e um perfeito fluxo de ar.

Com o passar do tempo, a intensidade de uso, e ainda a falta de boas práticas, a poeira se acumula reduzindo e/ou impedindo a dissipação e o resfriamento desses componentes (figuras 1 e 2) acarretando instabilidade operacional, travamentos e no pior dos casos até a queima de componentes. Pastas térmicas de baixa qualidade também são fatores que contribuem para um aquecimento excessivo já que ressecam em aproximadamente 1 ano, já as pastas térmicas a base de prata possuem melhor condutividade e durabilidade superior a 5 anos.  No caso de notebooks a situação ainda é mais crítica e delicada, pois são públicas e notórias várias falhas nos projetos de resfriamento de vários fabricantes de notebooks colocados a venda no mercado. E ainda se tratando de notebooks estes requerem técnicas detalhadas e ferramental específico para sua manutenção e limpeza. Portanto manutenções preventivas com check up e limpeza são essenciais a “saúde” e a durabilidade de seu notebook.

Um outro detalhe crucial que demanda manutenções preventivas e que não são levados em conta em muitas assistências técnicas, são as dobradiças e seus parafusos fixadores. (figura 3).

Devido ao “abre e fecha” da tela a médio e/ou longo prazo de seu notebook de maneira “brusca” não intencional, e a poeira que acumula nesses locais naturalmente com o uso, os parafusos e as dobradiças vão se afrouxando.

Fato que pode ser percebido pelo usuário quando:

– Se percebe uma maior dificuldade (dureza, resistência) ao abrir e fechar o notebook.

– Com o notebook aberto se percebe um pequeno movimento de vai e vem curto ao manusear a mesma para frente e para trás. Ou seja, se percebe que a tela está frouxa.

– Também ao abrir pode-se ouvir um estalo. E nesse caso, a manutenção já é corretiva pois é muito provável que a dobradiça já não possui fixação de seu(s) parafusos, está quebrada.

Para que isso não venha ocorrer com seu equipamento, ao abrir e fechar o notebook,  faça o manuseio de abertura segurando a parte do teclado com uma das mãos enquanto levanta vagarosamente a tela até a inclinação desejada. E essa mesma dica vale se quiser mudar sua inclinação.

Em números 8 a cada 10 notebooks que recebemos para revisão, possuem esse problema. Muitas vezes o equipamento já nos chega com a quebra da dobradiça aparente.

Nós da Flechatec temos como processo padrão na limpeza interna:

 – A limpeza interna, com a troca da pasta térmica do processador e/ou chipset por uma a base de prata.

 – A limpeza e o reaperto dos parafusos das dobradiças e a lubrificação da mesma para um menor esforço no abrir e fechar seu notebook.

Figura 1                                                Figura 2                        Figura 3

  poeira2_notebook

Service Desk – Flechatec