Em nosso informativo Flechatec de dezembro de 2019, falamos dos ciberataques de uma forma concisa mas bem didática e oportuna.

Aqui falaremos sobre com evitá-las:

De forma ativa – Instale em seus gadgets uma solução de antivírus. Qualquer que seja e mantenha-o sempre atualizado e com a opção de escaneamento (procura, rastreamento) semanal se possível de forma autônoma. Assim você não tem que se dar o trabalho de faze-lo manualmente.

Caso seja detectado algum malware, vírus e etc…recomendamos a exclusão manual do arquivo imediatamente e logo em seguida um novo escaneamento para a certificação de que está tudo em ordem.

Se você usa o Windows 10 ® já pode ficar tranquilo, pois sua solução de segurança nativa o Windows Defender ® foi testada e aprovada pela AV-TEST  que é uma organização independente que avalia de forma criteriosa softwares de antivírus e soluções de segurança e a cada dois meses, e a equipe de investigadores e testers (testadores), publicam os resultados aferidos pelas soluções. Agora uma coisa é você ter qualquer solução de antivírus, outra coisa é você ter as melhores soluções e nós temos as melhores !

Para usuários domésticos e pequenas empresas você pode adquirir a sua em nossa loja com ótimo custo X benefício, inclusive com preços melhores que o prórprio site do fabricante, basta clicar aqui e escolher a mais aderente ao seu perfil e/ou negócio. Agora se precisa de uma solução corporativa, entre em contato com a gente por aqui. Estamos a disposição para tratar de segurança digital e/ou para sanar qualquer dúvida.

De forma passiva

1) A regra número 1 é “não seja curioso”. Caso você receba algum e-mail com anúncios e propostas tentadoras delete imediatamente o e-mail. Mas se mesmo assim você não resistir a tentação de abri-lo, não clique em nenhum link desse e-mail. E-mails maliciosos sempre são disparados de forma massiva e contém assuntos atuais da mídia, ofertas mirabolantes, ou com anúncios em nome de instituições bancárias, inclusive do banco que você tem conta. Mas não se iluda. Bancos não enviam e-mails com propostas, ofertas ou propagandas. Para elucidar mais essa regra nº 1, se você abriu um desses e-mails “tentadores”, posicione o mouse no link (só posicione, jamais clique) e observe no canto esquerdo inferior do browser o apontamento do link e verás que é uma farsa. Tecnicamente existem outras várias formas de verificação de autenticidade de e-mails, mas não abordaremos nesse post.

2) Sempre use senhas fortes em qualquer acesso a internet que solicite autenticação. Para uma senha forte basta você usar caracteres especiais, letras maiúsculas e minúsculas juntamente com números e com um mínimo de 8 caracteres. Jamais use datas vinculadas a nascimentos, casamentos, datas comemorativas, números de documentos e etc… tanto seu ou de parentes próximos nem outras referências pessoais. Pois os “crackers” trabalham primeiro nessas oportunidades eventuais classificando-as como vulnerabilidades para um ciberataque e de forma automática e rápida através de scripts (softwares com algoritmos sofisticados de testes).

3) Cuidado e atenção ao navegar em sites desconhecidos, efetuar compras pela internet principalmente se você usa um gadget que também é usado por outras pessoas, pois estes podem ser a “porta de entrada” para descobrir alguma vulnerabilidade com várias técnicas de analises, principalmente através de “cookies”(cada vez que o você visita um site que usa cookies é gravado em seu browser algumas de suas ações e preferências assim o browser envia as informações de cookies de volta para o servidor para notificar atividades prévias do usuário). Esse é mais um assunto que poderia render páginas com esclarecimentos técnicos a nível até do protocolo HTTP, mas não vamos nos aprofundar nisso. Não é o foco desse post !

4) Delete mensalmente, ou trimestralmente os históricos de navegação de seu browser preferido, assim você renova todos os registros de navegação e começa um novo ciclo “limpo”. Inclusive assim você deleta os cookies que citamos no item anterior. Esse quesito merece uma ressalva:

Quanto mais você navega em novos sites, com mais periodicidade você deve apagar os históricos de navegação. Agora se você tem o hábito de sempre navegar em sites de boa procedência e de sua preferência, não há o que temer.

5) Fique alerta em conversas sobre tecnologia da informação, internet, posts em redes sociais, compartilhamento de fotos e lugares frequentados e etc… e quem é seu interlocutor, pois ataques de engenharia social acontecem quase sempre assim. De conversas que detalham alguma vulnerabilidade as vezes não percebida por você, mas de extrema valia para um cracker.

Finalizando…

Você praticando essas políticas desse nosso post já reduz consideravelmente a possibilidade de se tornar uma vítima de um ataque cibernético.

Windows 10,e  Windows Defender são marcas registradas ® e possuem seus direitos reservados.

Service Desk – Flechatec