1. Desligue o notebook, remova o carregador, e retire a bateria. Pois o risco iminente é a atividade eletrolítica da eletricidade e líquidos ao atingir os circuitos eletrônicos.

  2. Seque o que for possível com papel higiênico ou com outro tipo de papel absorvente.

  3. Caso tenha em mãos um secador de cabelos, use-o no modo sem aquecimento (só ventilação) para promover uma secagem mais efetiva entre as teclas.

  4. Vire o notebook para baixo e coloque-o na quina de uma mesa, se necessário coloque algum peso em cima para que o mesmo não caia e o estrago seja ainda maior e pior. (Figura 1). Deixe-o assim por 3 horas.

  5. Caso esteja apto, desmonte o teclado para uma inspeção e secagem por baixo do teclado e nos circuitos eletrônicos a mostra com papel higiênico ou outro tipo de papel absorvente. Use álcool isopropílico e uma escova de dentes em desuso para uma limpeza efetiva dos circuitos eletrônicos evitando assim a oxidação (ferrugem).

  6. Caso não esteja apto, leve seu notebook para um técnico de sua confiança ou entre em contato com a gente por aqui.

  7. Monte novamente o teclado e efetue testes nas teclas da área afetada. Caso sinta as teclas “presas”, ou deficientes em sua mobilidade o procedimento 6 se torna imediato.

Observações importantes:

  • A desmontagem do teclado, se faz obrigatória para a inspeção e checagem interna. Pois mesmo que seu teclado esteja funcional, problemas podem surgir a curto ou médio prazo devido a resquícios de uma limpeza incompleta e oxidação (ferrugem).

  • A quantidade de líquido e o tipo do mesmo determinam a criticidade do descuido. Pois devido a acidez de alguns líquidos, estes acarretarão a oxidação de componentes eletrônicos a curto ou médio prazo.

Figura 1

img_20161029_190455191

Service Desk – Flechatec