Para iniciar o assunto, algumas referências interessantes sobre e-commerce:

– 2020 pode ser o ano em que o comércio online global finalmente quebre a barreira dos 50%: do total de compras no varejo, a maioria delas será feita online por sites e aplicativos de lojas;

a média de crescimento no faturamento acima dos dois dígitos deve se manter para os próximos anos, sem sinal de esfriamento nessa expansão;

mais de um quarto da população brasileira vai fazer compras online em 2020;

nos próximos cinco anos, as vendas por e-commerce devem dobrar.

Fonte: https://www.traycorp.com.br/conteudo/tendencias-ecommerce/

– Entre as pessoas que estão começando a empreender, 88,4% concordam (total ou parcialmente) que a falta de empregos está entre as principais razões para começar um negócio, segundo a pesquisa  (GEM – Global Entrepreneurship Monitor).

– Atualmente, o faturamento do e-commerce brasileiro está em R$ 47,1 bilhões, o que representa 2,8% na participação do varejo no país, segundo o Instituto de Pesquisa Forrester. O brasileiro está mais conectado, o acesso à tecnologia foi facilitado e, por isso, os costumes e hábitos de compra estão cada dia mais virtuais.

– O Forrester, em um estudo solicitado pelo Google para analisar o mercado de e-commerce no Brasil até o ano de 2021, afirmou que o comércio eletrônico vai dobrar a sua participação no varejo brasileiro e crescer, em média, 12,4% ao ano. Segundo a pesquisa, o crescimento do setor se dará devido a diversificação no tipo de compras.

– A média de crescimento do e-commerce no País, que foi turbinado na pandemia, foi de 84,5% nos últimos três meses (agosto-outubro de 2020), na comparação com o mesmo período do ano passado. O ritmo supera o registrado no terceiro trimestre, que foi de 81,5%….

Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2020/11/30/vendas-no-e-commerce-brasileiro-disparam-87-em-outubro.html

 – E tem muito mais na internet, estatísticas a respeito de e-commerce que vamos deixar a cargo dos leitores mais interessados.

 

E-commerce

O termo e-commerce (ou “comércio eletrônico” em português) é a comercialização de produtos e serviços pela internet, onde as transações são realizadas via dispositivos eletrônicos, como computadores e smartphones.

Em 1979 Michael Aldrich um empresário de sucesso, inventor mega estudado criou o “shopping on-line”, o primeiro sistema de processamento de transações on-line entre empresas e consumidores (B2C), entre empresas (B2B). e (C2C) de consumidores para cosumidores. Na segunda metade da década de 1990, o comércio eletrônico começou a operar na internet com modelo bem parecido  aos modelos de e-commerce atuais, claro com as devidas evoluções técnicas dos recursos atuais.

 

Modelos de E-commerce

B2B – Business to Business –  comércio eletrônico em que empresas fazem transações com outras empresas.

B2C – Business to Consumer –  comércio eletrônico em que empresas tem como foco o consumidor final. É o padrão mais comum e popular de todos os tipos de e-commerce.

C2C – Consumer to Consumer – Já esse modelo é de consumidor para consumidor, muito usado em sites de anúncios, onde as transações acontecem de pessoas para pessoas.

Marketplaces – possuem características de um “shopping virtual”, podendo hospedar várias lojas virtuais, comercializam seus próprios produtos e/ou das lojas virtuais hospedadas. Nessa categoria se encontram os grandes “players” de e-commerce. Exemplo: Amazon, Mercado Livre, Ebay, Submarino, entre outros.

Dropshipping – O mais interessante de todos, no nosso “feeling”. Para e-commerces e empreendedores individuais e pequenas empresas. A venda é efetuada em seu e-commerce, mas o estoque é dos fornecedores, ou seja, o parceiro dropship, que por sua vez envia o produto para o seu cliente em nome da sua empresa. E esse é o modelo que usamos na Flecha tecnologia e Consultoria em nossos dois e-commerces.

Poderíamos escrever páginas e páginas sobre e-commerce, mas vamos de forma clara e objetiva explicar o que é necessário para se ter um e-commerce funcional, e como podemos ajudar no seu projeto para que em no máximo um mês, você já esteja vendendo pela internet.

 

Nosso objetivo

O nosso foco desse post é emponderar nossos clientes atuais e futuros que de alguma forma vendem e/ou pretendem vender produtos de qualquer espécie, serviços e etc…a venderem pela internet de forma autônoma e técnica pela internet.

O que preciso para ter um E-commerce ?

E Para isso é necessário:

1) Verificação e criação de seu domínio na internet. O nome de seu negócio, e/ou sua loja. Para isso, basta acessar o site Registro.br  que é o departamento do NIC.br responsável pelas atividades de registro e manutenção dos nomes de domínios que usam o . br. Também executamos o serviço de distribuição de endereços IPv4 e IPv6 e de números de Sistemas Autônomos (ASN) no país.

2) Verificar a disponibilidade do nome que quer para sua loja, criar uma conta e pagar um boleto que será gerado no valor de R$ 40,00 por ano.

3) Criar uma conta em sites que fazem o trabalho de hospedagem de sites. Sugerimos e recomendamos a Hostinger ®  que possui servidores espalhados pelo mundo inteiro agregando qualidade, disponibilidade e facilidades ao negócio com uma interface de administração muito amigável e intuitiva e ótima relação custo X benefício, descartando maiores conhecimentos técnicos. Caso queira também pode optar por outro serviço de hospedagem de sua preferência.

4) Criar uma conta em um provedor de pagamentos on-line para receber suas vendas pelo seu e-commerce para os recebimentos e pagamentos de seu negócio.

5) Indicamos e usamos dois “players”, os maiores e melhores de toda América Latina com ótimos sistemas antifraude e ótima experiência nos processos de compra sendo o Mercado Pago  o qual somos desenvolvedores certificados.

Caso queira abrir sua conta na plataforma clique aqui e baixe o App e você já ganha R$ 10,00 de desconto em seu primeiro pagamento.

Ter uma “maquininha” também é interessante para receber pagamentos com cartões de débito, crédito e QRcodes clicando aqui

6) E o PagSeguro e abrindo sua conta clicando aqui  PagSeguro e você já ganha R$ 20,00 de saldo em sua conta. Não é interessante ? E se quiser ter uma maquininha também conectada a sua conta para recebimentos presenciais a débito e crédito clique aqui PagSeguro e também ganhe até R$ 48,00 de acordo com a maquininha escolhida para seu negócio.

Amazon®, Mercado Livre®, Mercado Pago®, Ebay®, Submarino®, Registro.br®, Hostinger®, PagSeguro®, são marcas registradas e tem todos seus direitos reservados em nosso site.

Pronto ! Você já está com as “ferramentas” necessárias para seu e-commerce. Agora é com a gente !

Vamos a 2ª parte.

Service Desk – Flechatec